Nem só de cálcio vive o leite de vaca

Meu filho tem aplv (alergia a proteína do leite de vaca), desde os 7 meses eu já desconfiava, mas infelizmente foi diagnosticado aos 11 meses quase 12, e essa demora acarretou em vários desconfortos para ele, mas enfim, já passou!

No primeiro momento foi um susto, pensei que meu filho iria se privar de vários alimentos, quando na verdade estava enganada e percebi que a alimentação dele seria apenas mais saudável do que já era, impedindo de oferecer alguns alimentos que não considero ideal, tal como: dar danoninhos para bebes, pois esse é um alimento indicado para maiores de 3 anos, é cheio de conservantes e exagerado em açúcar, entre outros que não é o caso citar agora. Veja bem, não considero ideal oferecer no primeiro ano de vida, essa uma opção minha, se você me pedir opinião, será essa, mas se você optar em oferecer quem sou eu para julgar!
Voltando ao assunto…
Os dias foram passando e percebi que a aplv não era aquele monstro que eu criei, ainda vão ouvir (ler né) eu falar muito sobre esse assunto. Como já desconfiava, já tinha lido muito sobre, e como toda mãe, minha preocupação foi logo de imediato com o cálcio, então pensei “E agora? Ele não toma muito leite, como vou fazer pra suprir o cálcio?” Inclusive amigas já perguntaram como eu fazia.
Meu filho mamava super mau (por conta da dor que a alergia causava), não aceitou em hipótese alguma o leite especial indicado, ele chegou até perder peso, e eu fui pesquisando como resolver, e aos poucos fui descobrindo, o que facilitou mais ainda foi o fato dele ter feito 01 ano e assim entrou em sua lista vários outros alimentos, e encontrei minha forma de suprir o cálcio, há pouco tempo ele fez o exame e o cálcio dele deu EXCELENTE, isso mesmo, por isso quero compartilhar com vocês que “NEM SÓ DE CÁLCIO VIVE O LEITE DE VACA”, podemos nos beneficiar também com outros alimentos, esses são os que uso e abuso:

Inhame, Couve, Espinafre, Quinoa, Brócolis, Agrião, Manjericão, Laranja, Chicória

Além dos citados acima, abaixo também tem uma lista de alimentos com cálcio:

Sementes de gergelim: 90 mg de cálcio em 1 colher de sopa (sementes não descascadas,10 mg de cálcio em uma colher de sementes descascadas)

Amêndoas 1/3 de xícara = 50mg 

Melado escuro 1 colher de sopa = 137 mg 

Hummus (pasta árabe de grão de bico) 1/2 xícara= 81 mg 

Quinoa 1 xícara = 50 mg 

Tahine (pasta de gergelim) 2 colheres de sopa= 128 mg 

Agrião 133 mg 

Brócolis cru 51mg e cozido 86mg 

Couve refogada 177mg 

Manjericão 211 mg 

Mostarda 68 mg 

Coentro desidratado 788 mg 

Cebolinha 80 mg 

Salsinha 179 mg 

Palmito: 58 g 

Abobrinha crua 80 mg 

Aveia 48mg 

Sementes de linhaça: 211 mg 

Açaí: 22 mg 

Manga haden: 22 mg 

Laranja: 34 mg 

Chicória: 45 mg

Muitos desses alimentos não se limitam apenas no almoço e jantar, aí que está a diferença. Faço muito suco verde para meu filho e incluo couve e agrião, as vezes coloco os 2 no mesmo suco ou um desses, os sucos verdes sempre faço com laranja, por todos os benefícios que a fruta possui, e também sempre fiz muito smoothie com couve e agrião também.

O cálcio é extremamente importante, principalmente nos primeiros anos de vida, ele garante o funcionamento do organismo, e é responsável pela manutenção dos ossos, ele é quem ajuda a impedir a osteoporose na fase adulta.

Com essa lista, conseguimos garantir a ingestão de cálcio e nutrir as crianças!

Confira abaixo a tabela ilustrativa de quantidade diária de cálcio para cada idade:

Fonte: Hospital Albert Einstein
Beijinhos!