Como tratar machucados e cortes

Depois que nos tornamos mães, queremos fazer tudo corretamente, ainda que você já tenhamos algum hábito antigo, quando o filho chega, nós recorremos as pesquisas para saber se fazemos da maneira correta. Pelo menos comigo é assim.

Você sabe como tratar machucados e cortes, corretamente?

Os cortes e machucados ocorrem com frequência no ambiente doméstico, principalmente em crianças. E, muitas vezes, por desconhecimento, algumas pessoas deixam de tomar os cuidados necessários. As lesões na pele causadas por traumas ou objetos cortantes devem ser cuidadosamente tratadas, para evitar riscos de inflamações e infecções.

Recebi essas informações da Merthiolate {indicado para a assepsia de pele e de feridas de pequenas extensões}, e foram super úteis para mim, por isso achei importante compartilhar com vocês. 

Cortes simples

Antes de entrar em contato para cuidar e tratar a ferida é indicado lavar bem as mãos. Feito isso, a região do corte e áreas próximas precisa ser lavada com muita água e sabão de maneira suave para não traumatizar ainda mais a área afetada. Para secar, é indicado uma toalha limpa. Caso exista pequeno sangramento, a região deve ser pressionada com gaze até o total estancamento. Ao final da higienização pode-se aplicar o que for mais indicado nesse caso, e até mesmo o antigo Merthiolate.

Joelho ralado

Cair e ralar o joelho é comum entre crianças durante as brincadeiras ou em adultos que praticam esportes coletivos. Caso isso ocorra, as medidas são as mesmas dos cortes simples. Um médico deve ser consultado para retirar possíveis pedrinhas e farpas na região. Como se trata de uma região articulada, os movimentos poderão piorar ou causar novos sangramentos, por isso, é preciso cuidado.  Manter a região limpa é de grande importância. Ao final da higienização pode-se aplicar o que for indicado.

Cortes profundos

Em caso de cortes profundos, um médico deve ser procurado imediatamente para verificar quais tecidos foram afetados e a necessidade de dar pontos. Sangramentos intensos ou em jato são sinais de gravidade e, por isso, deve-se procurar um pronto-socorro com rapidez.  Se existir corpos estranhos perfurantes presos na pele, como facas, anzóis ou pregos, é proibido tentar mexer ou tirar sozinho, para evitar que o machucado piore ou vasos sanguíneos sejam rompidos, pois muitas vezes tais objetos estão obstruindo a abertura do vaso sanguíneo e impedindo um sangramento intenso.

Em qualquer tipo de corte, se há contato com a terra ou objetos sujos, um médico deve ser consultado para verificar a necessidade de tomar vacinas para prevenção do Tétano.

Sinais de infecção

Feridas ou cortes com aumento de calor na região, inchaço, presença de pus ou fluidos amarelados e esverdeados podem ser sinais de infecções. É natural que cortes tenham a presença de fluídos e de sangue, no entanto, eles devem ser claros e finos. A presença de secreções grossas e de cor forte pode ser um sinal de perigo. Feridas infeccionadas também costumam ficar escurecidas e ter cheiro forte e ruim. Também deve-se ficar atento à existência de febre ou mal-estar. Caso haja sinais de infecção, um médico deve ser procurado o tratamento adequado.

Sobre Merthiolate, que nos enviou essa informações:

Merthiolate é um medicamento isento de prescrição, de uso tópico, indicado para a assepsia de cortes, machucados e lesões na pele, com a função de eliminar bactérias e prevenir ou evitar infecções.  Indicações: Na assepsia da pele e de feridas de pequenas extensões. MS: 1.7817.0086 SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.