Como tirar o RG e CPF dos pequenos

Demorei, mas finalmente tirei o RG do meu filho, por isso quero compartilhar como tirar o RG e CPF.

Não existe idade mínima, mas quanto antes providenciar, melhor. Por diversos motivos:

  1. Identificação pelas digitais. Não contamos com isso, mas não podemos descartar que, em caso de desaparecimento, a identificação pela digital ajuda.
  2. É muito mais pratico para carregar, além de unificar as principais informações em um único documento pequeno.
  3. Conserva por mais tempo, comparado com a certidão de nascimento.
  4. Necessário para abrir conta poupança no nome da criança.

Confira as dicas e os passos para tirar os documentos:

Antes de tirar o RG, sugiro que providencie o CPF, assim, o mesmo constará no registro geral.

Os benefícios para se ter o CPF são vários: como adesão ao plano de saúde ou o acesso a serviços públicos e até mesmo conta bancária em nome da criança. Desde 2015, em alguns estados brasileiros, o CPF já vem na certidão de nascimento, mas se no seu estado ainda não é assim, confira como providenciar facilmente esse documento.

Para fazer o CPF

– Para fazer o CPF, vá até uma agência dos Correios mais próxima da sua casa, Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal. Leve a certidão de nascimento da criança, e o documento do responsável {pai ou mãe} que estiver solicitando o CPF. O valor da taxa é de R$7,00, mas consulte no momento o valor atualizado.

– O número do CPF é gerado na hora. Como o cartão não é mais enviado para casa, você deve entrar no site da Receita Federal e imprimir o cartão de CPF do seu bebê.

Vale saber que: pela internet, somente adultos que possuam titulo de eleitor que podem solicitar.

Para fazer o RG

– No estado de São Paulo, utilize uma das unidades do Poupatempo (há a lista de localidades no site). Para isso, é necessário agendar dia e horário através do site http://www.agendasp.sp.gov.br/poupatempo.

– Não há prazo de validade do RG, mas depois que a criança souber escrever seu nome completo, vale a pena fazer um RG novo.

– A primeira via do RG não tem custo no estado de São Paulo, mas em outros estados pode haver.

– Documentos necessários: certidão de nascimento (original e cópia simples), foto 3X4, cartão do CPF impresso {se tiver}, RG (original e cópia simples) do responsável que solicitar o RG do bebê ( somente mãe ou pai). No caso da foto 3×4, aqui em São Paulo, o próprio Poupatempo já tira a foto na hora, mas confrme como proceder com os bebês.

– Você pode solicitar que o RG seja enviado para sua casa pelos Correios, mediante pagamento da taxa do correio, o que eu acho muito mais pratico, assim não precisa voltar para retornar. Caso não pergunte se você quer retirar ou que seja enviado, avise logo na triagem que é realizada no Poupatempo.

DICA: quando estiver com o documento, aproveite para tirar cópia autenticada e plastifique, e deixe a original guardada e segura em casa.

Para tirar o Registro Geral outros estados, pode-se procurar o prédio da Delegacia de Polícia Civil da sua cidade ou então da cidade mais próxima.

Simples assim! Muito fácil providenciar, sei que não sou muito exemplo, já que demorei, mas o quanto antes providenciar, melhor!

Para mais informações de guia, confira no site do Poupatempo: clique aqui!

Beijos!

Lívia